MULTIVERSO DO PEDROCA – A NOITE DO DEADPOOL VIVO

1 de novembro de 2015

UEPAAAAAAA, fim de semana de halloween, coisas assustadoras, monstros, vampiros e símbolos da cultura pop. E como eu sou um cara temático e tava sem saber o que escrever pra coluna, decidi escrever sobre esse especial de 4 capítulos do deadpool que veio para homenagear os grandes clássicos do terror: A NOITE DO DEADPOOL VIVO.
notld-header

SINOPSE:  Depois de acordar de um coma induzido por comida, nosso herói se encontrará no meio de um apocalipse zumbi! e o deadpool não será o único com o barriga cheia, haverá muitas máquinas comedoras de cérebro, procurando por uma próxima refeição! nada é mais saboroso do que uma refeição que pode se regenerar !

Não tem muita coisa pra falar sobre essa história, é basicamente como seria THE WALKING DEAD se o deadpool existisse naquele mundo. Mas apesar de ser uma história bem básica de apocalipse zumbi, isso não reduz em nada sua qualidade narrativa e artística.

O primeiro ponto da arte da HQ é que tudo, TUDO!!! exceto o deadpool é colorido em tons de preto, branco e cinza, talvez pra mostrar que até mesmo no fim do mundo o deadpool continua sendo diferente de tudo e todos, além de realçar o ar de desolação que o apocalipse traz consigo. Além disso a HQ usa quadros grandes em certos momentos justamente para ampliar ainda mais a solidão e a amargura do deadpool em certos momentos.

031314_0725_nightofthel1

Quanto a narrativa, se assemelha muito aos filmes clássicos de zumbi, onde as pessoas ao redor do protagonista vão morrendo e ele vai entrando em uma espiral de tristeza e desespero. No entanto, mesmo com essa temática, a HQ casa bem a parte de humor do personagem com as partes tristes da história em quadrinhos. E apesar de não haver tanto tempo de interação com os coadjuvantes, você não quer que eles morram, nem o deadpool.

A história é lotada de referências, como por exemplo, deadpool e sua equipe procurando esconderijos:

NightoftheLivingDeadpool-Hideouts

Além disso, o final é um final que dá margem pra uma continuação que já até foi lançada, mas isso fica pra outro post.

É uma história que é bem simples, não tem muitas firulas, eu que curto zumbis (só zumbis, nada mais de terror eu assisto, pense num cabra medroso) e o deadpool gostei bastante, e não é uma HQ pra crianças (tem um aviso na capa de cada edição), então amantes da cultura de terror podem se identificar muito com a história.

Pra você que chegou até aqui, muito obrigado, quaisquer críticas e sugestões é só mandar lá no meu TWITTER. obrigado por lerem e darem essa força, beijos e abraços seus lindos, boas aulas e até o próximo domingo.

Espalhe o Dudecast
The Dudes © 2017