Multiverso do Pedroca #1 – A Noite Mais Densa

28 de junho de 2015

Olá DUDES, pedroca de volta em mais uma coluna neste site maravilhoso, e desta vez é pra falar da mega saga que dominou o universo DC entre o fim de 2008 e o começo de 2010 (foi longa, haja dinheiro pra comprar tanta revista): A NOITE MAIS DENSA. Mas antes de eu dar minha opinião sobre a mesma, vou primeiro deixar explicado o que foi essa saga:

noite-mais-densa-1_1024x768-640x480

“A Noite Mais Densa (“Blackest Night”, no original) é um crossover publicado em 2009/2010 pela DC Comics, que consiste de uma minissérie principal homônima, escrita por Geoff Johns e desenhada por Ivan Reis, bem como uma série de tie-ins. “A Noite Mais Densa” envolve Nekron, umaa personificação da morte, ressuscitando super-heróis falecidos e procurando eliminar toda a vida e emoção do universo. Geoff Johns identificou o tema central da série como “emoção”. O crossover foi publicado durante oito meses através de uma minissérie limitada, bem como nos títulos Green Lantern e Green Lantern Corps. Além disso, vários outros tie-ins foram publicados.” (FONTE: dcheroesrpg.wikia.com)

Essa saga vem sendo arquitetada desde que o roteirista Geoff Johns assumiu o título do lanterna verde e derivados e revolucionou a história deste. Ela foi o ponto culminante de vários arcos envolvendo a tropa dos lanternas verdes, vindo desde LANTERNA VERDE: RENASCIMENTO e passando por GUERRA DOS ANÉIS (não toquem a sineta, por favor) até chegar na NOITE MAIS DENSA.

Antes de dar inicio a essa saga, Johns teve que criar outras cinco tropas além da verde, cada uma representando uma cor do arco-íris e uma emoção: AZUL (esperança); VERMELHO (revolts ira); AMARELO (medo); LARANJA (cobiça); VIOLETA (amor). E durante a mesma houve o surgimento de outras três: ÍNDIGO (compaixão); AFRODESCENDENTE NEGRA (morte); BRANCA (vida).

A história começa com vários anéis negros sendo liberados por uma lanterna negra gigante em um planeta destruído e desolado e procurando os mortos de todos os planetas disponíveis para zumbificar

Esses “zumbis” buscam absorver a emoção dos corações dos vivos para carregar sua bateria gigante e libertar seu mestre da dimensão da morte, e como eles fazem isso? Bobagem, só atravessando o peito dos seres viventes com as mãos e arrancando o coração dos mesmos.

Entre os heróis mortos que se juntam a essa tropa estão: Aquaman, Caçador de Marte (vulgo AJAX no Brasil), Homem-Elástico, Nuclear, entre outros.

Pra não me extender demais, vou resumir a história: a bateria negra é transportada para a terra, todos os zumbis do universo vem na nossa direção, as tropas se unem para vencer os zumbis e os heróis que foram um dia ressuscitados na historia dos quadrinhos se tornam lanternas brancos para vencer o boss dos lanternas negros e dar um fim na luta. Após isso, doze heróis antes mortos são ressuscitados pela luz branca, dando inicio a próxima mega saga da DC: O DIA MAIS CLARO (vou falar sobre ela depois, relaxem).

Pois bem, o que eu mais gostei dessa saga? ZUMBIIIISSS!!!!!!

Definitivamente zumbis é algo que deixa qualquer história com um tom mais sombrio e que causa aflição, ainda mais super zumbis. Fora isso que os desenhos das revistas principais dessa saga, assim como o esquema de cores são ambos sensacionais, pois adicionar o colorido das tropas no fundo negro da saraivada de mortos-vivos foi feito de forma magistral e rica em detalhes, o que tornou Ivan Reis o meu segundo desenhista favorito.

green lantern dc comics sinestro corps larfleeze atrocitus red lantern corps blue lantern indigo tribe saint walker_wallpaperswa.com_48

A riqueza de detalhes e o sombreamento para contrastar o vazio do espaço com as cores das tropas tornam essa saga uma leitura muito agradável aos olhos. Essa história definitivamente tornou o lanterna verde meu segundo herói favorito da DC (o primeiro é o batima, chora ai Andrey), por mostrar que realmente a força de vontade é capaz de superar as maiores adversidades (pelo menos nos quadrinhos).

Além disso tem o fato de que foi a primeira saga que eu comecei a acompanhar quando comecei a ler quadrinhos, então o fator nostalgia pesa muito na hora de escrever. Pra mim ela é superior a série de zumbis da Marvel porque ainda existe esperança para o universo e você torce para os mocinhos a cada edição, enquanto que em ZUMBIS MARVEL tudo já foi para o saco, então a pouca quantidade de humanos que restou não é suficiente para dar alguma esperança de salvação da humanidade.

É isso galera, se vocês leram até aqui eu agradeço muito, por favor mandem sugestões de pautas para a coluna para pedronina54@gmail.com ou no meu TWITTER: @pedro_nina. #WEAREDUDES

Espalhe o Dudecast
The Dudes © 2017