– Arte da Capa: André Bertanha

Salve, Dudes! No (odioso)  papo de hoje, RaphaelAndrey e Diego Birth falam sobre os mocinhos mais odiados da vida!

Mande o seu e-mail para os Dudes e os deixem felizes:

dudecast@thedudes.com.br  (tem até formulário no site, deixa de ser preguiçoso)

RECADOS AOS DUDES:

– Nive Star, a maior loja Nerd de Petrópolis, Rua Dezesseis de Março, nº 336 – Loja 05, Galeria do Shopping Bauhaus (Arnaldo de Azevedo), 25620040 Petrópolis – RJ

– Feeds dedicados para Android: Dudecast, Dudes Entrevistam e Nivecast!

– 5 ESTRELINHAS NO ITUNES COM A PONTE DO MARIO!

– Página dos Dudes no Facebook

– Sigam o Dudecast no Twitter

– Redes Sociais dos Dudes:

– Instagram: Rapha, Andrey, Matheus Dude e Rhuan

– Twitter: RaphaAndrey, Matheus Dude e Rhuan

– Assinem o feed

– Assinem o feed do iTunes

Duração: 01h18min35seg

Tamanho: 54,0MB

Assine o feed

Assine o feed no iTunes

Créditos: Music by audionautix.com under Creative Commons License 3.0

Music by incompetech.com under Creative Commons License 3.0

Espalhe o Dudecast
  • Rogério B de Miranda

    Falaê galera, tudo bem? Alguns mocinhos podem e devem ser odiados mesmo. O Batman, por exemplo, depende de quem está escrevendo a história, acho muito difícil de odiar o batman de O Cavaleiro das Trevas e do Ano 1. Já o Suoer Homem, acho difícil que alguém goste rs.. Eita personagenzinho chato… rs Cristopher Reeve se salva, mas acho q é pq ele era o cara para o papel.
    Seya, a mala da vida, Frodo pppffff, nem vou comentar, Sheldon é legal… ao modo dele rs Goku tb, principalmente quando era criança. Ash tb chato de dar dor. Sou velho e alguns personagens não conheci rs, mas irei procurar para ver o nível de chatice.
    Abraços e espero ter sido pouco chato nos comentários.

  • Jorge Augusto

    Salve Dudes! Suavis?

    Mano, que raiva deu de vocês falando de alguns dos “odiados”. Batman eu até entendo, o cara é overrated pra cacete (eu sou muito mais Tony Stark, porque o Bruce fica “ai, mimimi, meu pai morreu, minha mãe morreu, vou matar tudo quanto é bandido pra satisfazer minha sede de sangue”, enquanto o Tony só vira e fala “eu sou foda, sou o Homem de Ferro”), e o Frodo até vá lá, o cara é carregado a porra do filme inteiro (parecia até que o Elijah Wood tava em começo de carreira), mas o restante não. Não. NÃO!!!!!!

    Seiya de Pégaso pode até ser chato em alguns momentos, mas ele leva a porra do nome do anime (e sim, Diego, o nome do anime no original NÃO É Cavaleiros do Zodíaco – porque isso veio da tradução francesa, Les Chevaliers du Zodiaque – mas sim SAINT SEIYA) e TEM que ser o protagonista. O cara tem um senso de responsabilidade fudido e por mais que a zueira diga que ele é imortal, ELE NÃO BATE EM MULHERES. Ao longo do anime, é mostrado isso. O que ele fez contra a Shina? Simplesmente fez um golpe que ao invés de acertá-la, ele só quebrou a máscara dela. E aí entra aquela regra de que quando uma amazona tem sua máscara retirada por um homem, ela deve amá-lo ou matá-lo. Shina escolheu o caminho mais prático, eu diria. Mais à frente, no arco dos Guerreiros Deuses, enquanto ele estava contra Hilda, ele simplesmente não acertou golpes nela, só forçou a espada de Odin contra a PORRA DO ANEL DE NIBELUNGOS. E no arco de Poseidon, ele NÃO LUTOU CONTRA a Tétis, a amazona de Sereia, deixando todo o trabalho sujo para a Shina.

    Saitama é o que vocês falam do Superman. É um cara que treinou tanto, tanto, tanto, que ele não tem mais adversários contra. Tanto que a melhor luta do anime da primeira temporada é dele contra o Boros, deu um bom trabalho pro Saitama, que aproveitou cada segundo daquela luta. Foi um barato. Mas imaginem-se vocês em um mundo onde vocês podem derrotar qualquer um com APENAS UM GOLPE, o quão chato isso seria? E One Punch Man vale mais a pena por ser uma sátira de vários outros animes e tokusatsus (vide nosso episódio 28) do que propriamente pelo próprio Saitama.

    Goku é hors concours. Ele pode ser desastrado, meio moleque, meio desmiolado às vezes, mas caramba, o cara já salvou a Terra um gazilhão de vezes e não quer reconhecimento, só quer que a família dele seja feliz e que ele continue lutando contra caras fortes, porque ama lutar, como um bom Saiyajin. O cara bate de frente CONTRA O FUCKING DEUS DA DESTRUIÇÃO COM UM SORRISO NO ROSTO!! E ainda mais, agora mais recentemente no Dragon Ball Super, ele compra briga com os Deuses da Destruição, Kaiohshins e Anjos de outros universos pelo simples motivo de ele querer lutar contra guerreiros fortes. Se isso não é força de caráter é loucura, e vocês sabem bem que a loucura em muitos traços traz a genialidade.

    E por fim, mas não menos importante, o Sheldon. CARAMBA, o cara é PhD em uma porrada de coisa, é super inteligente, mas como todo gênio, tem que ter dificuldade em alguma coisa, e é no trato social, ainda levando em conta que a mãe dele é quem é e fez da vida dele um inferno desde pequeno, por isso é meio traumatizado. Em muitos aspectos do Sheldon eu me vejo nele, pela dificuldade em muita coisa e ser incompreendido em várias outras. The Big Bang Theory é uma das minhas (poucas) séries favoritas.

    Bom, gente, desculpem a MURALHA de texto, mas não poderia deixar de falar. Grande abraço e até o próximo comentário.

The Dudes © 2016