dudec106-grande

– Arte da Capa: André Bertanha

Salve, Dudes! No (seguro) papo de hoje, RaphaelAndrey, Matheus Dude e Rhuan falam sobre segurança.

Mande o seu e-mail para os Dudes e os deixem felizes:

dudecast@thedudes.com.br  (tem até formulário no site, deixa de ser preguiçoso)

RECADOS AOS DUDES:

– Nive Star, a maior loja Nerd de Petrópolis, Rua Dezesseis de Março, nº 336 – Loja 05, Galeria do Shopping Bauhaus (Arnaldo de Azevedo), 25620040 Petrópolis – RJ

– Feeds dedicados para Android: Dudecast, Dudes Entrevistam e Nivecast!

– 5 ESTRELINHAS NO ITUNES COM A PONTE DO MARIO!

– Página dos Dudes no Facebook

– Sigam o Dudecast no Twitter

– Redes Sociais dos Dudes:

– Instagram: Rapha, Andrey, Matheus Dude e Rhuan

– Twitter: RaphaAndrey, Matheus Dude e Rhuan

– Assinem o feed

– Assinem o feed do iTunes

Link no Post:

Entrevista com Gustavo Villani

Duração: 01h01min43seg

Tamanho: 42,4MB

Assine o feed

Assine o feed no iTunes

Créditos: Music by audionautix.com under Creative Commons License 3.0

Music by incompetech.com under Creative Commons License 3.0

Espalhe o Dudecast
  • Leonardo Mogli

    E ai, dudes!
    Beleza?

    Acabei de ouvir o episódio, mas acho que vocês esqueceram de abordar o efeito “histeria coletiva”. Não estou negando a violência, mas algo que percebi por ver alguns casos e por fazer parte de outros, darei 2 exemplos para explicar o que quero dizer.

    O primeiro caso é o meu. Mudei-me com minha família, mais para o centro do Bairro onde moro que é mais tranquilo, e mais seguro. Porem, eu me sinto mais inseguro do que a região onde eu morava antigamente. O motivo é pq minha família conversa com os vizinhos que só falam disso e eles acabam me passando esses relatos. O que me fez um dia perceber, que eu estava ficando nervoso sem de fator ter um motivo, pois nunca presenciei nada. Foi então que percebi que quanto mais você recebe informação sobre esse assunto, mais você fica preocupado.

    O segundo exemplo é ainda sobre a minha família, ela sempre foi uma pessoa calma e tranquila, mas houve um período em que ela assistia muito cidade alerta, e eu pude notar que ela começou a ficar receosa e/ou achando que algo ia acontecer com alguém, não pq ela sabia de casos que ocorreram, mas pq ela viu na TV.

    Só pra complementar, por trabalhar em município diferente do RJ, sempre sou perguntado se aqui vivemos em estado de guerra, eu respondo que nunca tive problema e que nem conheço pessoas que passam por aquilo que é exibido na TV. Só pra ter uma ideia, o RJ é a 969ª com uma média de 14,8 de mortes por arma de fogo, a cada 10.000 habitantes, quando que João Pessoa é a 44ª, com média de 62,9. O que ocorre, é que entre as duas cidades existe uma repercussão maior no Rio de Janeiro, que em João Pessoa.
    http://www.mapadaviolencia.org.br/

  • Jorge Augusto

    Salve Dudes!

    Segurança pública. Assunto pesado, tem que ser discutido… E parabéns ao Rhuan por nunca ter sido assaltado, sei bem o quão ruim é, já passei por duas tentativas de assalto, e fora de mão, as tentativas não eram armadas (graças ao bom Deus) – mas na porrada (não curto falar muito disso, então deixo assim).

    Aqui em SP é tão ruim quanto no Rio, mas o que é interessante é que as coisas ruins se espalham mais para a periferia, por isso mesmo uma cidade como a minha tem o mesmo nível de periculosidade que a capital (senão pior).

    De resto muito bom o episódio. Grande abraço e até o próximo comentário.

The Dudes © 2017